Jasper National Park

Voltamos com mais uma parte sobre as montanhas rochosas do Canadá, se você ainda não viu o post sobre Banff clica aqui para ver a belezura da primeira parte da nossa viagem.

Tanto Banff quanto Jasper são as “maiores” cidades e também mais populares quando falamos nas montanhas da província de Alberta, e ambas as regiões tem um visual completamente diferente no verão e no inverno.

IMG_0838-3   Desta vez o propósito de ir para as montanhas, foi para conhecer o lado gelado e esquiar na belíssima estação de Marmot Basin, já que tínhamos ido somente na primavera. Contudo posso dizer  sem a menor dúvida se você só tiver uma chance, escolha estações mais quentes – a menos que seu propósito seja mesmo esquiar- caso contrário, o cenário predominante será completamente branco entretanto não menos belo.

BRANCA

   Agora os lagos estavam obviamente congelados e por isso aqueles nuances de azul e verde das águas cristalinas dão espaço a neve e ringues de patinação. Mas falando mesmo sobre a cidade de Jasper, esta é bem menor e menos turística que a falada Banff, isso porque os moradores cultivam muito a fauna e flora local. Em Jasper você terá muito mais contato com a natureza, bem como muito mais opções de trilhas locais, é até difícil de encontrar as redes grandes de restaurantes devido a justamente ser um ponto mais local e preservado.

elks

COMO CHEGAR?

saindo de  Edmonton, o trajeto tem duração de mais ou menos 3 horas e 20min sempre pela Yellowhead, a estrada é em sua grande maioria com pistas de mão única, e poucas curvas, o que faz a viagem ficar mais leve. Se você mora no Canadá, não se esqueça de solicitar o “Canada Parks Pass” que lhe dá entrada gratuita em todos os parques, já que em 2017 o Canadá completa 150 anos e com isso o governo quer incentivar o turismo, facilitando a entrada.

Se você vem de outro país acredito que o melhor seja mesmo entrar pelo aeroporto de Calgary  e alugar um carro para fazer os passeios.

ONDE FICAR?

Por incrível que pareça, Jasper tem muitas opções de hotel, sendo do mais chique até os mais acessíveis, mas a maioria deles são aqueles motéis de beira de estrada que vemos nos filmes americanos, mas não pense na ideia de serem xexelentos e sujos, são bem limpinhos por sinal. Com esta variedade, procure ficar no centrinho ali pela Patricia Street que estará perto das facilidades -apesar de não serem tantas-.

O QUE FAZER? 

Isso depende muito do propósito do passeio e da época do ano, nas estações mais quentes pedida é passear pelos lagos (Patricia Lake, Pyramid Lake, Anette Lake…) e fazer as trilhas, com sorte poderá encontrar a família zé colmeia tentando caçar comidinhas. Entretanto, se a escolha for no inverno, há várias opções de esportes desde ski, snowboarding nas grandes estações até patinação nos frozen lakes. Ainda, há algumas lojas que vendem passeios como o Icewalking que é uma caminhada nas cascatas congeladas, vale ficar atento e dar uma ligada para ver se estão funcionando.

IMG_0841-4

IMG_0855-7IMG_0835-2

 

Anúncios

Vancouver, a menina dos olhos do Canadá.

     Não é a toa que Vancouver é um dos destinos favoritos dos brasileiros no Canadá, de acordo com a Statistics Canada, mais de 7000 brasileiros podem ser encontrados somente na cidade de Vancouver sendo considerados imigrantes ou não.

     E são diversas as razões que explicam essa procura, como por exemplo, o clima. Vancouver tem um dos climas mais amenos e agradáveis do Canadá, por lá é muito difícil de ver neve (exceto fenômenos esporádicos) no entanto, quando isso acontece, a cidade toda pára. Mas, a chuva é algo constante, como os paulistas já devem estar acostumados, por lá é bom estar preparado para todo dia ter que usar aquele guarda-chuvinha esperto.

Continuar lendo “Vancouver, a menina dos olhos do Canadá.”

Ao menos uma vez, vá para as montanhas! – Banff

   É sério, se você tem planos de vir para o Canadá, as montanhas de Alberta são parada obrigatória! Eu sei, elas não ficam no eixo Toronto-Vancouver-Montreal e o acesso não é o dos mais fáceis, mas aposto que só preciso de algumas fotos pra te convencer.

Lake Louise.jpg
Lake Louise

Continuar lendo “Ao menos uma vez, vá para as montanhas! – Banff”

8 maneiras de aproveitar o verão canadense

   Antes de me mudar eu não conseguia entender como os canadenses diziam amar tanto o verão e como eles se preparavam o ano todo para esta estação. Pois foi só colocar os pés aqui para entender a loucura deles, não é de hoje que todo mundo sabe que o inverno aqui é ferrenho e se você não curte esportes na neve ele demora a acabar, e quando chega a estação mais quente do ano, só o que se vê são pernocas de fora e todo aquele excesso de melanina (sqn).

   Bem, mas vamos aos fatos, as dicas aqui são meio óbvias mas as vezes com a correria a gente acaba se esquecendo de alguns detalhes que podem ser bem divertidos e fazem passar os dias mais tranquilos para que não tem o calor do Rio 40° o ano todo. Continuar lendo “8 maneiras de aproveitar o verão canadense”

Vai pra Calgary? passa aqui que te dou umas dicas

   Calgary é a terceira cidade mais populosa do Canadá e a mais populosa da província de Alberta, foi fundada em 1875 e atualmente é um centro financeiro pois é lá que estão as sedes das principais indústrias petrolíferas do país.

   Além disso, ela está a apenas 80 Km das montanhas rochosas, por isso, antes de ir para Banff, dê uma paradinha em Calgary e veja algumas coisas que esta cidade pode oferecer. Continuar lendo “Vai pra Calgary? passa aqui que te dou umas dicas”

Dicas práticas do que fazer ao chegar no Canadá

   Então você decidiu que agora é a hora de largar tudo, sair do conforto do seu já conquistado lar e embarcar nessa nova aventura de cruzar o oceano. Mesmo que você esteja somente pensando em vir morar no pólo-norte é sempre bom dar uma pesquisada antes para saber o que você poderá encontrar aqui e quando de fato chegar, já estar mais preparado. Continuar lendo “Dicas práticas do que fazer ao chegar no Canadá”

O delicioso mundo das bibliotecas públicas

   Se você é um adorador de livros como eu, então provavelmente o seu parque de diversões pode ser facilmente encontrado em uma biblioteca.

2016-05-19 09.16.17 1.jpg

   Aqui em Edmonton, uma coisa que gosto muito é o acesso fácil a educação e disponibilidade de materiais para isso, existe uma excelente biblioteca em cada bairro. Digo excelente pois são muito bem cuidadas, ou seja além de disponibilizar inúmeros livros físicos, ainda contam com um acervo virtual e muitos computadores lá mesmo para você passar o dia “viajando”. Continuar lendo “O delicioso mundo das bibliotecas públicas”

Comendo direito na terra das porcarias

  Um dos meus desafios ao chegar no Canadá foi a mudança de hábito com relação a comida. Aqui eles levam comida todos os dias no trabalho e almoçam na frente do computador mesmo, e uma das coisas que eu mais gostava no Brasil era do break do almoço, pois parecia que tinha aquele tempinho de descanso, pra parar de focar no stress.

pratos
Salmão com arroz integral e filé ao molho de cogumelos frescos ~clientes exigentes~

  Bom, aqui além de eles terem este hábito de não parar para almoçar, ainda tem que fazer a comida e uma coisa, aqui simplesmente não existe buffet, é tudo à la-carte, então além de ficar super caro, as opções não são assim tão saudáveis. Continuar lendo “Comendo direito na terra das porcarias”

Alberta Legislature-a assembléia legislativa-

  O prédio da Alberta Legislature fica na capital da provincia – Edmonton-, ele foi construído em 1913 e é ali que fica a Assembléia Legislativa, palco de julgamentos, votações e posses.

   Ele fica localizado quase no centro da cidade, então se você vem do sul passará pela linda ponte que cobre o icônico e belíssimo rio Saskatchewan. Mas o que mais chama atenção além da estrutura e arquitetura planejada, são os jardins super cuidados e agora na primavera então são de encher os olhos além de te convidarem para aquele picnic de (final)  de semana. Continuar lendo “Alberta Legislature-a assembléia legislativa-“

Fora da caixinha

Chegar até aqui foi uma experiência que demandou muito tempo, recursos e pesquisa. Creio que se você está pensando em se tornar um imigrante (ou já é) deve ter analisado os mil e um lados de sair da sua rotina, do seu dia-a-dia e do conforto do seu lar, pra ir em busca de novos objetivos e conquistas, por que sim meu amigo, pra quem mora fora, cada dia é uma conquista.

Continuar lendo “Fora da caixinha”