Vancouver, a menina dos olhos do Canadá.

     Não é a toa que Vancouver é um dos destinos favoritos dos brasileiros no Canadá, de acordo com a Statistics Canada, mais de 7000 brasileiros podem ser encontrados somente na cidade de Vancouver sendo considerados imigrantes ou não.

     E são diversas as razões que explicam essa procura, como por exemplo, o clima. Vancouver tem um dos climas mais amenos e agradáveis do Canadá, por lá é muito difícil de ver neve (exceto fenômenos esporádicos) no entanto, quando isso acontece, a cidade toda pára. Mas, a chuva é algo constante, como os paulistas já devem estar acostumados, por lá é bom estar preparado para todo dia ter que usar aquele guarda-chuvinha esperto.

     Foi a nossa primeira vez na cidade portanto, aproveitamos para fazer alguns passeios bem turísticos mesmo, por isso se esta também for a sua primeira vez por lá este post pode lhe ser bastante útil. A cidade é bem cosmopolita, me lembrou porto alegre em diversas ocasiões, como por exemplo ser dividida entre “segmentos”tipo algumas ruas só de comércio, outras mais de alimentação e outras de lazer. No entanto, não é muito grande e a maioria dos passeios podem ser feitos mesmo a pé, até porque é tão fácil caminhar pelas ruas planas que o passeio todo acaba sendo uma delícia.

COMO CHEGAR?

saindo de Edmonton é muito simples, há duas opções de companhias: westjet e Aircanadá. Há também a opção de fazer a viagem de carro (12hs) passando pelas montanhas, mas no inverno fica muito complicado pois as estradas são estreitas e devido a neve, não recomendo. Mas saindo do Brasil, há vôos diários direto SP X Vancouver

ONDE FICAR?

O ponto alto da cidade é obviamente o centro, lá é onde tudo se encontra e se estiver hospedado ali não é necessário pegar ônibus nem taxi, pois tudo pode ser feito a pé. No entanto, a hospedagem no centro da cidade não é das melhores nem das mais baratas, mas tem várias opções de hostel, mas vá preparados pois são bebem antigos.

 

O QUE FAZER? 

Stanley Park

Esta eu acho que vale para qualquer época do ano e para todas as vezes que você for à cidade. O Stanley Park é gigante, tem 400 hectares de costa oeste quase todo cercado por água e 27km só de trilhas além de ser lindão e ter entrada gratuita, lá dentro tem várias atrações tanto para crianças quanto adultos, e algumas destas são pagas -como o aquário por exemplo- no entanto,o legal mesmo é alugar uma bike e pedalar sem rumo, assim você aproveita mais o parque, não se cansa tanto e ainda aprecia esta beleza de desenvolvimento da natureza junto ao crescimento da cidade.

padrao-de-imagens-para-post

Gastown 

Gastown é um dos bairros mais antigos da cidade -foi fundado em 1867- , ali se encontram a bohemia e a diversidade, é uma fofura e ideal para curtir aquela cervejinha de final de tarde. Sem dúvida, não dá pra perder o relógio a vapor, que apita a cada 15 minutos e de quebra tomar um cafezinho curtindo a vista das ruas estreitas e que no entardecer se enchem de luzinhas.

gastownrelogio

Ponte suspensa do Lynn Canyon Valley

Optamos por deixar a famosa Capilano Bridge de lado e partimos direto para a ponte suspensa do Lynn Canyon, o que ocorre é que o acesso é super difícil, então creio que este passeio deve ser melhor no verão. Mas a vista é incrível e a sensação de medo ao passar no meio da ponte e olhar aquela cachoeira gigante e a imensidão de agua é impagável. O acesso é gratuito e o passeio pelo meio da mata é super bonito. Foi o único passeio que precisamos pegar vários ônibus, pois o Lynn Canyon é bem no topo de Vancouver. Inclusive temos bem poucas fotos pois ficou um medinho de se concentrar em tirar a foto e atravessar a ponte.

suspensionbrigde

Kitsilano Beach

A praia de Kitsilano fica super perto do centro de  Vancouver, é até curioso ver uma praia num bairro muito fofo com casinhas pequenas tão perto da muvuca de downtown. Óbvio que a areia é grossinha e a água escurinha, mas quebra um galhão levando em consideração que o Canadá não tem muitas praias. O visual é incrível e a melhor parte do dia é sem dúvida o pôr do sol.

aroundkitsilanobeachkitslano

Granville Island Public Market

O mercado público é uma fofura, super organizado e com um bairro a parte só para ele. Tem duas maneiras de acesso, via terrestre pela ponte e via barco/balsa mas aconselho super a pegar a balsinha pois é uma delicia um passeio rapidinho e bem em conta. Só vale lembrar que o mercado é fechado as segundas-feiras ( bem no dia que fomos) mas as outras lojinhas abrem normalmente, mas mesmo que se você só tiver a segunda-feira para ir vale a pena até mesmo para bater perna por lá.mercadopublico2

Outra coisa muito legal por lá é a pintura dos artistas brasileiros Os Gêmeos, que apesar de ter sido feita para a Bienal de 2014 a 2016 ainda pode ser encontrada lá, é um painel de 360 graus e 20 metros de altura, uma pena é que não se pode chegar pertinho pois fica dentro de uma empresa.

gemeosmercado

Espero que tenham gostado, e se tiverem mais algumas dicas não deixem de compartilhar conosco, pois certamente voltaremos no verão.

Anúncios